Após aumento do Judiciário, CNJ aprova continuidade indefinida do auxílio-moradia para magistrados

ABSURDOS POLÍTICA BRASIL STF

Logo após a obtenção de um reajuste 16,38% nos salários do Judiciário, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) usou sua última reunião do ano nesta terça-feira, 18, votar sobre a manutenção do auxílio-moradia para a categoria. A proposta foi aprovada por unanimidade em votação de poucos segundos. A nova regra prevê a regulamentação do pagamento de auxílio-moradia aos magistrados brasileiros, no valor máximo de R$ 4.377,73.


Deixe uma resposta