‘É um golpe que foi dado no Supremo’, diz Reale Júnior

STF

O jurista, político e professor Miguel Reale Júnior criticou nesta quarta-feira (19) a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio Mello.

A liminar determina a soltura de milhares de presidiários condenados em segunda instância. 

Em entrevista à “Jovem Pan“, Miguel Reale declarou:

É um acinte do ministro ao Supremo, do qual ele faz parte. Ele tinha que esperar que a Casa tomasse essa decisão. Ele não é o STF, é um ministro do STF. No último dia de trabalho do Supremo, monocraticamente, ele impõe seu pensamento ao colegiado.

Deixe uma resposta