Maduro não foi convidado para posse de Bolsonaro

AMÉRICA LATINA POLÍTICA BRASIL

Ernesto Araújo afirmou no Twitter que ‘não há lugar’ para o ditador da Venezuela, Nicolás Maduro, em “triunfo da vontade popular brasileira”.

A posse do presidente eleito Jair Bolsonaro está marcada para o dia 1º de janeiro e contará com a presença de vários líderes mundiais.

“Em respeito ao povo venezuelano, não convidamos Nicolás Maduro para a posse do PR Bolsonaro. Não há lugar para Maduro numa celebração da democracia e do triunfo da vontade popular brasileira”, disse o chanceler Ernesto Araújo.

Deixe uma resposta