MP pede cassação e inelegibilidade de governadora eleita, Fátima Bezerra (PT) por gastos suspeitos de R$ 1,9 milhão

CORRUPÇÃO

O Ministério Público Eleitoral entrou, no TRE do Rio Grande do Norte, acaba de pedir a cassação ou suspensão do diploma da governadora eleita, Fátima Bezerra (PT) e do vice-governador eleito, Antenor Roberto (PCdoB).

Segundo o MPE, forma detectadas graves irregularidades na captação de recursos financeiros para a campanha. Adicionalmente, o MPE e pede ainda que seja decretada a inelegibilidade de Fátima Bezerra e Antenor Roberto. 

MPE apontou gastos suspeitos de R$ 1,9 milhão com a empresa “Brasil de Todos Comunicação”, criada três dias antes do recebimento da primeira parcela. Segundo o MPE, o fato foi o mais grave encontrado. 

Deixe uma resposta